"Facilita e poupa tempo na consulta" — Cláudia Cunha

Claúdia Cunha, nutricionista, autora dos livros “Doce Veneno” e "Livre Trânsito" e criadora do projeto "Nutrição e Companhia", usa diariamente o Nutrium nas suas consultas presenciais e online.

Mesmo à distância, por estar neste momento a viver no Reino Unido, aceitou o convite e fez um vídeo a demonstrar o fluxo da sua consulta de nutrição no software.

No vídeo a Cláudia começa por afirmar que irá mostrar o software que tem usado nas suas consultas e ao mesmo tempo, deixar a sua opinião.

Começando na página inicial, que descreve ser o lugar "onde conseguimos visualizar as nossas próximas consultas e iniciar uma consulta" realça a importância do botão de acesso rápido para marcar uma consulta

Depois, já na página de consultas mostra o facto de conseguir visualizar as consultas por mês, semana ou então por dia.

Imaginemos que um paciente liga ou envia email, e é necessário marcar uma consulta para esse paciente. Clicamos em Marcar consulta escolhemos o paciente ou então, adicionamos um novo paciente se não for uma consulta de seguimento.

No registo de um novo paciente destaca o campo do local de consulta.

[Local de consulta] normalmente os nutricionistas dão consultas em vários locais e aqui permite-nos definir em qual das clínicas nós atendemos este paciente.

Informações

Na página de informações da consulta, a criadora do projeto "Nutrição e Companhia" começa por falar de alguns campos e ao mesmo tempo, exemplifica com dados possíveis de um paciente.

Iniciando a consulta temos de preencher informações do paciente como o motivo da consulta que por exemplo, pode ser perda de peso, quais as expectativas da consulta, por exemplo menos 5kg em 2 meses, e outras informações que possamos achar relevantes.

Passando para o campo da história pessoal e social cita os campos que tem por hábito preencher, dá exemplos e destaca sempre a possibilidade de poder complementar com novas informações.

Na função intestinal temos várias opções e também podemos acrescentar mais informações que consideremos relevantes. No caso vou escolher função intestinal normal e referir que o paciente não sente qualquer tipo de sintoma nomeadamente inchaço abdominal ou cólicas.

Quanto à qualidade do sono podemos dizer quantas horas em média o paciente dorme. Na atividade física podemos definir e especificar a atividade física do paciente; se é fumador, se bebe álcool e aqui também podemos discriminar o consumo de álcool.

Na história alimentar, importante para ajudar na construção do plano alimentar, cita todos os campos, porém é ao diário alimentar e aos comportamentos alimentares que atribui um maior destaque.

Em diários alimentares podemos registar o que o paciente consome em cada refeição.

Nos comportamentos alimentares podemos escrever por exemplo que o paciente não tem horários regrados de refeições

Quase a terminar o preenchimento da aba informações a Cláudia sublinha a importância de nas suas consultas, perceber, definir e registar os objetivos dos pacientes.

Acho muito importante definirmos os objetivos com os nossos pacientes, os objetivos podem ser tanto genéricos como de medições específicas. Vamos, por exemplo, estabelecer que o objetivo é o peso e além disso temos de decidir qual a data limite para atingir este objetivo.

Medições

Na aba medições a Cláudia começa logo por referir algo muito importante que é "estas são as medições que eu utilizo nas minhas consultas", referindo-se ao facto dos nutricionistas poderem configurar no Nutrium as medições que têm por hábito registar na própria consulta.

Na parte da composição corporal refere que preenche com os dados da balança de bioimpedância, embora o Nutrium também tenha disponível equações preditivas para os cálculos.

Planeamento

Quanto à aba destinada ao planeamento do plano alimentar, onde todos os cálculos são automáticos mas a palavra final é sempre do nutricionista, considera que "é onde vamos definir os objetivos do paciente e a distribuição dos macronutrientes que pretendemos para os cálculos."

Refeições

Na aba refeições, que é onde se constrói o plano alimentar do paciente, é dado ênfase à funcionalidade da importação de planos modelo, tanto do sistema, como do utilizador mas também de outros pacientes.

Em relação ao plano alimentar nós podemos importar planos alimentares de outros pacientes que achamos que têm necessidades semelhantes, aplicar planos alimentares modelos ou até importar modelos nossos, criados por nós. isso facilita e poupa tempo na consulta!

Mesmo ao incluirmos um plano que já está pré-definido podemos sempre editá-lo.

Entregáveis

Nos entregáveis encontram-se diversas funcionalidades, como a a impressão do plano alimentar em papel ou o envio por email.

Porém, há algo diferenciador:

O Nutrium além deste software tem também uma aplicação móvel que permite ao paciente: visualizar o plano alimentar sempre que quiser, ser notificado na hora das refeições e trocar mensagens com profissional de saude.

Eu recomendo sempre que usem a aplicação, que existe tanto para android como para iOS.

A opinião

A Cláudia termina o vídeo com uma opinião pessoal acerca do software, destacando as vantagens e a forma como a sua atividade profissional tem melhorado:

O Nutrium tem-me ajudado bastante nas consultas de nutrição, poupa-me tempo e eu consigo elaborar um plano alimentar com cálculos nutricionais e, no mesmo local, ter toda a informação do paciente, anamnese e história clinica.


Ficamos verdadeiramente surpreendidos com este vídeo, que foi uma óptima demonstração de como o Nutrium funciona em contexto de consulta, de como traz agilidade e inovação para os pacientes.

Registe-se e teste por si mesmo todas as funcionalidades.